Universal encontra cópias piratas do filme Jurassic World geradas em seus próprios servidores

Estúdio de cinema solicita Google para remoção de cópias piratas de Jurassic World em seus próprios computadores

A Universal entrou com um aviso de remoção (notice and takedown) no Google, dia 15 de julho, como observou o site Register, exigindo que a empresa bloqueasse em seu motor de busca vários sites com links para cópias piratas de Jurassic World.

Entre as solicitações de bloqueio estava um link para “http://127.0.0.1:4001/#/fr/”. O IP “127.0.0.1” é o endereço reservado para o computador em que você está trabalhando, também conhecido como o “localhost”. O que significa que o link “pirata” que a Universal denunciou estava em seu próprio computador.

Embora à primeira vista pareça uma piada pronta, estúdios de cinema e editoras normalmente usam programas automatizados que procuram arquivos com direitos autorais não licenciados, neste caso um filme.

Se cometeram um erro tão bobo como este ao acusar a si mesmo de piratear seu próprio filme, que outros erros poderiam cometer? E quais as consequências de tais erros?

Não é a primeira vez que a Universal faz pedidos bizarros como este. Anteriormente o estúdio de cinema também havia pedido para o Google retirar de seu índice de buscas o link do filme Velozes e Furiosos 7 no IMDB.


Deixe uma resposta

Notice: Comments reflect the opionions of those who did wrote theme. Allowing people comment here, doenst mean, that we also agree with them.

Your email address won't be displayed. Required fields are marked with this sign: *

More information

Arquivo de posts