Policiais dos EUA tocam Beatles para direitos autorais derrubarem transmissões de ativistas

Vejam que história surreal: De acordo com a Vice, há diversos episódios em que pessoas iniciam as famosas lives em seus perfis nas redes sociais para mostrar como a polícia está agindo e, em muitos casos, registrar denúncias de abuso. Para derrubar essas lives os policiais começam a tocar músicas dos Beatles ou de outros artistas bem apoiados nos robôs que derrubam lives por direitos autorais para conseguirem derrubar a live.

Siga o Partido Pirata no Instagram

Isso começou a ser registrado com policiais de Beverly Hills mas tem grande potencial de se espalhar mundo afora.

Há alguns dias, Sennett Devermont foi até uma delegacia para solicitar as imagens da câmera que um policial carrega em seu corpo, já que acreditava que havia recebido uma multa injustamente.

Ao conversar com o responsável no local, o agente começou a tocar “Santeria”, do Sublime, e simplesmente parou de responder o cara, que fazia uma live.

A ideia aqui é fazer com que os algoritmos de redes como Instagram e Facebook percebam que há uma música protegida por direitos autorais tocando ao fundo e simplesmente derrubem a live. Mais que isso, se um usuário toca conteúdo de terceiros repetidamente, sua conta pode ser suspensa.

Em outro momento, quando Sennett encontrou novamente o policial Billy Fair na parte de fora da delegacia, ele voltou a tocar músicas em seu celular e fez com que o ativista saísse de perto, o que mostra que a tática realmente assusta os produtores de conteúdo.

Depois de “celebrar” a obra do Sublime, outro policial apareceu em uma operação à noite, aparentemente fazendo parte de uma equipe diferente, usando a mesma tática.

Isso mostra que é possível que policiais do departamento de Beverly Hills estejam usando isso deliberadamente, mesmo que seus superiores tenham declarado que “tocar música durante operações não é o ideal” e tenham garantido que os vídeos “estão sendo analisados”.

Na ocasião, como você pode ver logo acima, quando o policial percebe a live, simplesmente olha para o horizonte enquanto coloca “Yesterday”, dos Beatles, para tocar na direção de quem está fazendo a transmissão.

Os policiais estão se beneficiando das novas regras de direitos autorais modificadas pelo Facebook e Instagram em setembro de 2020 aplicadas especialmente a músicas e que tornaram mais ágeis os mecanismos de bloqueio de videos e lives e que podem banir da rede social quem for notificado várias vezes.


Deixe uma resposta

Notice: Comments reflect the opionions of those who did wrote theme. Allowing people comment here, doenst mean, that we also agree with them.

Your email address won't be displayed. Required fields are marked with this sign: *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

More information

Arquivo de posts