Chamada para 3ª edição da ANAPIRATA 2018

A #ANAPIRATA3 acontecerá entre os dias 27 de abril e 1 de maio em Porto Alegre, RS

A assembleia nacional do Partido Pirata do Brasil é organizada voluntariamente, aberta e gratuita. O evento bianual tem o objetivo de disseminar o livre compartilhamento, o direito à privacidade, a cultura de segurança, noções de anonimato e os perigos da vigilância por Estados e empresas.

Chamada de trabalhos

O início das inscrições de propostas de atividade será dia 20 de Fevereiro com prazo final de 1 de abril de 2018, à meia-noite. Não deixe para a última hora!

A realização de atividades na ANAPIRATA, requer recursos. Estimule seus amigos e coletivos piratas a colaborarem com o financiamento coletivo do evento.

Proposição de atividades

A ANAPIRATA aceita e estimula a inscrição de atividades em formatos diversos: apresentação musical, literatura, exibição de filme ou instalação artística, debate, palestra, oficina, jogo, exposição, etc. É também a possibilidade de apresentar propostas para aprofundar, modificar e expandir o programa politico do Partido Pirata (partidopirata.org/programa) e seu Estatuto (partidopirata.org/estatuto).

A ANAPIRATA tem uma explícita política anti-assédio e o compromisso de manter um espaço de respeito a toda diversidade e seguro para minorias. Incentivamos que estas pessoas enviem atividades e se envolvam nos trabalhos voluntários do evento.

Para submeter a sua proposta, você pode enviar por email para anapirata@partidopirata.org. O preenchimento de dados como nome, sobrenome e sexo é opcional.

Todas as propostas serão avaliadas considerando as cláusulas pétreas do Partido Pirata.

Não há compensação financeira ou contrapartida da ANAPIRATA para a realização de atividades.

Dúvidas devem ser encaminhadas para o e-mail anapirata@partidopirata.org, para plataforma digital de deliberação Loomio ou para as redes sociais piratas (Telegram, Facebook  e Twitter ).

Sugestões de temas e tópicos para as atividades:

Direitos autorais, livre compartilhamento e propriedade intelectual. Criptografia: teoria e implementações. Violações do direito a privacidade e liberdade de expressão. Segurança para ativistas e cidadãos na era da Informação. Gênero, Privacidade e diversidade na segurança digital. Espionagem de governos e empresas: vigilância no Brasil e no mundo. Coleta de dados, lucro e controle. Sistemas eletrônicos de governos e vulnerabilidades. Dissidência política, denunciantes e vazamentos de dados – sistemas tecnológicos e libertários. 


Deixe uma resposta

Notice: Comments reflect the opionions of those who did wrote theme. Allowing people comment here, doenst mean, that we also agree with them.

Your email address won't be displayed. Required fields are marked with this sign: *

More information

Arquivo de posts