Policial agride estudantes em escola ocupada de SP e dispara: “Quero que vocês se fodam”

Desferindo empurrões, socos e pancadas de cassetete em uma escola ocupada por alunos contra a reorganização, um policial militar ignorou completamente os pedidos dos adolescentes que, desesperados, gritavam que eram menores e que não poderiam ser agredidos; assista

 

Na medida em que aumenta o número de escolas ocupadas por estudantes de São Paulo que são contra a reorganização escolar imposta, aumenta também a violência do governo para acabar com o movimento e desocupar as unidades. Depois de inúmeros relatos de truculência policial contra os adolescentes – que hoje ocupam e administram a rotina de mais de 180 escolas por todo o estado -, um vídeo mostra um policial militar agredindo jovens menores de idade em uma escola ocupada da capital e ignorando os apelos dos estudantes para parar com a violência.

“A polícia não pode bater na gente!”, diz uma estudante, alegando que todos ali presentes eram menores de idade. “Eu quero que vocês se fodam”, respondeu o policial agressor, que continuava a desferir pancadas de cassetetes nos adolescentes.

Em um outro momento do vídeo, sem motivos aparentes, outro agente aparece agredindo um jovem que estava com o rosto coberto por uma camiseta. “Para! Ele é menor!”, apelavam os colegas.

O caso aconteceu na última quinta-feira (26).

“Eu quero que vocês se fodam!”Aluno “A polícia não pode bater na gente!”Policial “Eu quero que vocês se fodam!”O senhor Geraldo Alckmin garantiu que não utilizaria oficiais da Polícia Militar em escolas ocupadas. Uma vergonha para Polícia Militar do Estado de São Paulo, uma vergonha para o Governo do Estado de São Paulo, uma vergonha para a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e uma vergonha para o Brasil.#patriaeducadora

Posted by Partido Pirata – Brasil on Quinta, 26 de novembro de 2015

 

Os piratas discutem o tema pelo Loomio. Pode ser acesso neste link.

Já que você está aqui…

… nós estamos pedindo por um pequeno favor. Diferente de outras organizações, não recebemos dinheiro de governos e nem de empresas. Também não cobramos por acessos às nossas ferramentas. O Partido Pirata é uma organização independente que luta por direitos digitais, o livre compartilhamento de informações, privacidade para as pessoas e transparência de governos e corporações. Somos pessoas voluntárias tentando construir dia após dia o partido e precisamos de dinheiro para colocar algumas ideias em prática e cobrir diversos gastos. Isso requer muito trabalho e fazemos pois acreditamos que a nossa perspectiva importa porque –  também pode ser sua perspectiva.


Kommentare

One comment for Policial agride estudantes em escola ocupada de SP e dispara: “Quero que vocês se fodam”

  1. NO-name-nanashi commented at

    Os estudantes se enganaram na hora de se defender.

    Não precisam dizer que a polícia é proibida de bater-agredi-los, por serem menores de idade.

    A policia é proibida de agredi-los porque são ESTUDANTES. Não são bandidos, oras! Nem cometeram crime algum em continuar na escola.

    (marginais costumam abandonar os estudos)

Deixe uma resposta

Notice: Comments reflect the opionions of those who did wrote theme. Allowing people comment here, doenst mean, that we also agree with them.

Your email address won't be displayed. Required fields are marked with this sign: *

More information