O Ataque dos Partidos-Bots

No dia 25 de março o Ministro Thomas Traumann pediu demissão da Secretaria de Comunicação após o vazamento de um documento sigiloso em que fazia críticas à comunicação do executivo em resposta à crise econômica.

Apesar da mídia como um todo ter dado pouca atenção a esse documento, o seu conteúdo é bastante preocupante, pois mostra como os principais partidos vem utilizando a internet como uma forma de legitimar seus discursos e atingir os seus interesses.

Entre outras coisas esse documento afirma que:

1) As redes sociais não são um espaço voltado para o diálogo e discussão racional, mas para ataques, palavras de ordem e onde “se prega para convertidos”, pois as pessoas preferem ler notícias que reforçam seu próprio ponto de vista a considerar uma opinião contrária.

2) Sites e blogs ligados aos principais partidos no poder tem sido utilizados extensivamente para replicar notícias de interesse do PT e do PSDB, criando redes de militância virtual.

3) Robôs virtuais teriam sido utilizados durante a eleição tanto pelo PT quanto pelo PSDB para disseminação de propaganda. O documento ainda afirma que cerca de 50 robôs do PSDB continuam sendo utilizados mesmo depois da eleição em outubro e que a mobilização de material pró-impeachment significariam um gasto de quase 10 milhões entre novembro e março.

ssas informações mostram que, principalmente depois de junho de 2013 e do crescente interesse das pessoas pela Política, as Redes Sociais se mostraram aos Partidos como um terreno fértil para a propagação de materiais e peças de propaganda política e um campo lucrativo para agências de publicidade em disputas eleitorais cada vez mais caras financiadas pela corrupção de empresas públicas e privadas.

Embora esse seja um processo quase irreversível agora, basta ver a atual polarização entre tucanos e petralhas nas redes sociais, o Partido Pirata não pretende aderir a essa doutrinação política e continuará sua posição independente de fomentar uma opinião crítica que seja longe do senso comum

Pense fora da caixa, Pense Pirata!

Acesse o documento original vazado nesse link: onde-estamos

Já que você está aqui…

… nós estamos pedindo por um pequeno favor. Diferente de outras organizações, não recebemos dinheiro de governos e nem de empresas. Também não cobramos por acessos às nossas ferramentas. O Partido Pirata é uma organização independente que luta por direitos digitais, o livre compartilhamento de informações, privacidade para as pessoas e transparência de governos e corporações. Somos pessoas voluntárias tentando construir dia após dia o partido e precisamos de dinheiro para colocar algumas ideias em prática e cobrir diversos gastos. Isso requer muito trabalho e fazemos pois acreditamos que a nossa perspectiva importa porque –  também pode ser sua perspectiva.


Deixe uma resposta

Notice: Comments reflect the opionions of those who did wrote theme. Allowing people comment here, doenst mean, that we also agree with them.

Your email address won't be displayed. Required fields are marked with this sign: *

More information

Arquivo de posts