[Texto de Opinião]: Brasil em tempos de #OlimPIADAS

Por: MCoeli e Buda (associados do PIRATAS pelo Coletivo Mineiro)

As Olimpíadas começaram e o coro #ForaTemer é das poucas coisas que tem disputado espaço com as últimas manchetes. Nem mesmo o processo do impeachment, a Lava Jato ou o Eduardo Cunha (lembram dele, ou já esqueceram?) parecem ter a mesma relevância para continuarem sob os holofotes da grande imprensa.

Observando as últimas manchetes e tendo em vista que ontem foi votado (e aprovado por 59 a 21, sendo necessários 54 votos) no Senado o relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), que julga procedente a denúncia contra a presidenta afastada Dilma Rousseff por crime de responsabilidade (trocando em miúdos: Dilma será julgada pelo mesmo Senado), atentem para os seguintes pontos cruciais:

* O Ministério Público Federal-MPF arquivou o procedimento sinalizando que não houve crime de responsabilidade fiscal (“pedaladas fiscais”) em 2015;
* O Tribunal de Contas da União-TCU ainda não emitiu parecer conclusivo das contas de 2015;
* A operação Lava Jato tem sistematicamente tratado as delações e pessoas citadas nos esquemas de formas diversas, além de ter em determinados momentos atuado de modo, no mínimo, bastante questionável;
* Mesmo com toda a documentação enviada da Suíça, já afastado da Câmara e com sua mulher e filha “à disposição da justiça”, Eduardo Cunha continua livre.

As investigações da Lava Jato devem sim continuar e se aprofundar (apesar da sinalização de que a mesma pode ser encerrada no fim do ano), mas de maneira técnica e não ideológico-político-partidarista como tem se enviesado.

Quanto ao impeachment (GOLPE), para além das implicações políticas que já enseja e que se aprofundarão (vide as proposições de reforma, e as já em curso, perpetradas pelo interino Michel ‘#ForaTemer’), quem sairá profundamente abalada deste processo é a credibilidade das instituições do Estado. Com um processo de cunho claramente político, questionado internacionalmente, conduzido por um parlamento repleto de suspeitos ou envolvidos em casos diversos de corrupção e que é, sim, contrário à uma escolha democrática nacional (eleição com 54 milhões de votos a favor da presidenta).

O golpe, articulado por quem o PT protegeu e fortaleceu em nome da “governabilidade”, concretiza o fim de um ciclo de poder que além da erradicação da miséria no Brasil, deixa como legado uma lei antiterrorista feita para silenciar as ruas, um Estado aparelhado e falido para a manutenção do poder, cortes sistemáticos de recursos para saúde e educação, revisão da CLT e previdência, e tudo isso sem uma prévia auditoria geral da dívida pública; o que seria no mínimo muito oportuno posto que a União está negociando uma revisão das dívidas dos Estados com a mesma; revisão esta com impactos sérios e de longo prazo.

Em tempos de #OlimPIADAS… o Brasil vai se confirmando/reafirmando/assumindo uma PIADA de muito, muito mal gosto.

#ForaTemer é legítimo e importante sim, mas é necessário ir além.

Fontes:

* Jornal O Tempo: – “Planalto opera e partidos adiam votação de caso Cunha para setembro”.
* Brasil de Fato – “Impeachment: por 59 votos a 21, plenário do Senado aprova denúncia contra Dilma”.
* BBC Brasil – “Após ampla derrota no Senado, aliados de Dilma dizem que só Lava Jato muda impeachment”.
* Carta Capital – “Impeachment: Senado decide levar Dilma a julgamento”.
* Estadão – “Senado torna Dilma ré em processo de impeachment”.
* Estado de Minas – “Para acelerar impeachment, acusação adiantará alegações e reduzirá testemunhas”.
* Época – “Moro acha que o ideal é encerrar a principal parte da Lava Jato neste ano”.
* Pragmatismo Político – “Sergio Moro anuncia que quer acabar com a Operação Lava Jato”.
* Brasil de Fato – “De novo, Moro não intima Cláudia Cruz porque não sabe onde ela mora”.
* O Cafezinho – “Nos EUA, Sergio Moro explica por que não julga políticos do PSDB”.

Já que você está aqui…

… nós estamos pedindo por um pequeno favor. Diferente de outras organizações, não recebemos dinheiro de governos e nem de empresas. Também não cobramos por acessos às nossas ferramentas. O Partido Pirata é uma organização independente que luta por direitos digitais, o livre compartilhamento de informações, privacidade para as pessoas e transparência de governos e corporações. Somos pessoas voluntárias tentando construir dia após dia o partido e precisamos de dinheiro para colocar algumas ideias em prática e cobrir diversos gastos. Isso requer muito trabalho e fazemos pois acreditamos que a nossa perspectiva importa porque –  também pode ser sua perspectiva.


Kommentare

One comment for [Texto de Opinião]: Brasil em tempos de #OlimPIADAS

  1. Luis Gustavo commented at

    Brasil erradicou a miséria!!! Sempre se acha uma boa notícia no Brasil 247.

Deixe uma resposta

Notice: Comments reflect the opionions of those who did wrote theme. Allowing people comment here, doenst mean, that we also agree with them.

Your email address won't be displayed. Required fields are marked with this sign: *

More information

Chat Internacional @GlobalPirates

Publicações