Privacidade online… como chegamos a este ponto?

header_privacidadeonline

Se durante muito tempo a preocupação da galera era com a invasão de privacidade, hoje o que perturba o sono e a timeline mundial é a EVASÃO dela. O conceito do que é público e privado mudou. A exposição da vida pessoal é uma necessidade, não opção. Se não estamos compartilhando tudo o que fazemos e somos com os outros, sentimos que não fazemos parte.

As pessoas confundem “não tenho nada pra esconder” com “não vou esconder nada” e lotam a internet e as redes sociais com informações pessoais que seria melhor manter apenas no HD do computador, celular ou no Snapchat. O maior país do mundo monitora e sabe de tudo o que você faz online, o governo carioca queria baixar um decreto que permitiria quebra de sigilo telefônico e de internet de manifestantes e, no momento, estamos tentando entender como chegamos ao ponto em que chegamos sobre esse assunto.

 

Pra discutir lindamente o assunto, a PBS acaba de lançar mais um de seus mini-documentários, dessa vez contando uma breve história sobre a privacidade do ponto de vista histórico, comportamental, tecnológico e legal.

É daqueles vídeos que você não pode perder pra entender um pouco melhor a revolução da qual fazemos parte.

PS: o vídeo está em inglês, mas se algum de vcs tiver a moral de legendar… compartilha aí, pfv. 🙂

space_30

 

link original fonte: http://youpix.com.br/comportamento/privacidade-online-como-chegamos-a-este-ponto/

 

 

Já que você está aqui…

… nós estamos pedindo por um pequeno favor. Diferente de outras organizações, não recebemos dinheiro de governos e nem de empresas. Também não cobramos por acessos às nossas ferramentas. O Partido Pirata é uma organização independente que luta por direitos digitais, o livre compartilhamento de informações, privacidade para as pessoas e transparência de governos e corporações. Somos pessoas voluntárias tentando construir dia após dia o partido e precisamos de dinheiro para colocar algumas ideias em prática e cobrir diversos gastos. Isso requer muito trabalho e fazemos pois acreditamos que a nossa perspectiva importa porque –  também pode ser sua perspectiva.


Kommentare

2 comments for Privacidade online… como chegamos a este ponto?

  1. Brasileiro Comum nº 999.666 commented at

    Ninguem se importa com privacidade do mesmo modo de como não se importa com política, economia, matemática ou ciência.
    É a ignorância que prevalece, infelizmente.
    Afinal, porque se preocupar com minhas informações se eu posso cagar e andar?
    Prefiro preocupar-me se meu time de futeburrice vai ganhar alguma competiçãozinha que irá esvaziar meu bouço e encher o deles. Prefiro ser escravizado pelo ditatorialismo, autoritarismo e imperialismo, contanto que eu possa assistir minha telenovela, beber minha poção de autodestruição baseada em etanol e cevada, ter um buraco para enfiar minha genitália, e poder represar quem tem uma diferente opinião religiosa, sexual, de que preocupar-me com minha privacidade online e na vida real.

Deixe uma resposta

Notice: Comments reflect the opionions of those who did wrote theme. Allowing people comment here, doenst mean, that we also agree with them.

Your email address won't be displayed. Required fields are marked with this sign: *

More information