Agência norte-americana de combate às drogas vai atuar no Brasil

DEA

A agência Drug Enforcement Administration (DEA), de combate às drogas nos Estados Unidos, vai abrir um escritório no Rio de Janeiro. O pedido parte do secretário estadual de Segurança, José Mariano Beltrame.

Beltrame afirmou em Julho que “a guerra às drogas é perdida e irracional” e que ficou “encantado com a descriminalização de todas as drogas em Portugal.”

Em Outubro, o secretário se tornou réu em caso de improbidade administrativa por contratos superfaturados na compra de viaturas policiais.

Dois agentes da DEA já estão na cidade, mas ainda não há prazos para a instalação física da agência no Rio. O cronograma para o início oficial das atividades será definido pelo governo americano.

As informações foram divulgadas pela revista “Isto É” e confirmadas pela assessoria da Secretaria de Segurança.

Screenshot 2015-10-18 at 19.36.41

Os PIRATAS entendem que parte fundamental de uma política de segurança que funcione envolve não criminalizar hábitos e práticas que causem um mal maior à sociedade quando criminalizadas – como o consumo de drogas.

Levando em conta a defesa da liberdade sobre o próprio corpo e o convívio em sociedade, o Partido Pirata entende que a “guerra às drogas” é uma política essencialmente racista e classista, que, na prática, funciona como opressão à população negra, pobre e periférica. Sendo assim, piratas defendem:

I. Drogas como questão prioritariamente de saúde pública, segurança pública e lazer.
II. Combate à violência do narcotráfico mediante descriminalização e legalização de drogas.
III. A difusão de políticas públicas de Redução de Danos e o combate à internação compulsória.
IV. Legalização e regulação de toda a cadeia econômica em torno das drogas.
V. Legalização e regulação da cadeia econômica da maconha como forma de introduzir uma discussão sobre a legalização e regulação da cadeia econômica envolvendo as demais drogas hoje ilícitas.
VI. Incentivo à pesquisa na aplicação de drogas para fins medicinais e de obtenção de soberania alimentar.

Já que você está aqui…

… nós estamos pedindo por um pequeno favor. Diferente de outras organizações, não recebemos dinheiro de governos e nem de empresas. Também não cobramos por acessos às nossas ferramentas. O Partido Pirata é uma organização independente que luta por direitos digitais, o livre compartilhamento de informações, privacidade para as pessoas e transparência de governos e corporações. Somos pessoas voluntárias tentando construir dia após dia o partido e precisamos de dinheiro para colocar algumas ideias em prática e cobrir diversos gastos. Isso requer muito trabalho e fazemos pois acreditamos que a nossa perspectiva importa porque –  também pode ser sua perspectiva.


Deixe uma resposta

Notice: Comments reflect the opionions of those who did wrote theme. Allowing people comment here, doenst mean, that we also agree with them.

Your email address won't be displayed. Required fields are marked with this sign: *

More information